Pesquisar
Close this search box.

MINHA CONTA

Dia das Mães: saúde mental materna é um aspecto crucial para o bem-estar familiar

No turbilhão da maternidade, é fácil para as mães negligenciar sua própria saúde mental em prol do cuidado e bem-estar de seus filhos. No entanto, a importância da saúde mental materna não pode ser subestimada, pois afeta não apenas a mãe, mas toda a dinâmica familiar. Diante disso, o médico psiquiatra João André Sampaio, com especialização no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, elencou algumas considerações importantes sobre o assunto.

Sinais e Sintomas:

Os sintomas de problemas de saúde mental podem variar amplamente de uma mãe para outra, mas alguns sinais comuns incluem:

1. Sentimentos de tristeza persistente: Muitas mães experimentam tristeza, mas quando se torna crônica e interfere nas atividades diárias, pode indicar depressão.
2. Ansiedade excessiva: Preocupações constantes e intensas sobre a segurança e bem-estar dos filhos podem sinalizar ansiedade.
3. Isolamento social: Evitar interações sociais e se sentir desconectada de amigos e familiares pode ser um sinal de problemas emocionais.
4. Alterações no sono e apetite: Insônia, dificuldade em dormir ou comer em excesso/pouco podem indicar problemas de saúde mental.
5. Irritabilidade ou raiva: Sentimentos frequentes de irritação ou raiva, especialmente em situações cotidianas, pode ser um sinal de estresse emocional.

O Que Fazer para Melhorar:
1. Buscar apoio: Conversar com amigos, familiares ou um profissional de saúde mental pode fornecer apoio e orientação.
2. Priorizar o autocuidado: Tirar um tempo para si, praticar exercícios físicos, meditação ou hobbies que trazem prazer pode ajudar a reduzir o estresse.
3. Estabelecer limites: É importante definir limites saudáveis e pedir ajuda quando necessário, seja delegando tarefas domésticas ou cuidando dos filhos.
4. Buscar ajuda profissional: Se os sintomas persistirem ou interferirem significativamente na vida diária é essencial procurar a orientação de um profissional de saúde mental, como um psicólogo ou psiquiatra.
5. Conectar-se com outras mães: Participar de grupos de apoio de mães pode proporcionar um senso de comunidade e compreensão, além de oferecer oportunidades para compartilhar experiências e estratégias de enfrentamento.

Investir na saúde mental das mães não só beneficia diretamente a elas, mas também contribui para um ambiente familiar mais saudável e estável. Reconhecer os sinais precoces de problemas de saúde mental e buscar apoio quando necessário é essencial para o bem-estar de toda a família.

ESTÁ GOSTANDO DO CONTEÚDO? COMPARTILHE

Facebook
Twitter
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ULTIMAS NOTÍCIAS

21 de junho de 2024

Nas vésperas de se desincompatibilizar de suas funções da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste, Sudene, para estar apto para disputar as eleições de outubro, o ...

21 de junho de 2024

A programação do Pátio de Eventos no Maior e Melhor São João do Mundo terá algumas mudanças neste fim de semana para trazer ainda mais ...

21 de junho de 2024

Arte feita em casa, Pernambuco. Profusão em cadeia. Câmara de efusivas discussões de história, tradição e contemporaneidade. Isso Foi um Estrondo? é o resultado do ...

21 de junho de 2024

A partir deste sábado, 22 de junho, acontece em Caruaru a “FESTA DA RUA 3 DE MAIO – 22 anos de Tradição!”, conhecida como uma ...