Pesquisar
Close this search box.

MINHA CONTA

Designer Cris Souza desenvolve projeto com oficinas que ensinam técnicas de reciclagem

15 de maio de 2024

Com a técnica da trama, plásticos e garrafas PET podem se transformar em diversos produtos

A designer Cris Souza realizou a oficina do seu projeto Re-ciclos: ciclo de oficinas voltadas para a reutilização de materiais. Neste, que foi também um projeto inclusivo proporcionando acessibilidade em libras, mulheres passaram pela qualificação profissional e aprenderam a técnica de tecer a tramas plástica reutilizando materiais que iriam ser descartados no meio ambiente.

A oficina foi executada junto à Secretaria de Política para Mulheres de Caruaru, através de um projeto aprovado na LPG (Lei Paulo Gustavo) municipal. O projeto parte da importância da proteção do meio ambiente e dos direitos humanos para a promoção do desenvolvimento sustentável.

Com as oficinas, os materiais que seriam descartados, como embalagens plásticas e garrafas PET, podem ser reinseridos no ciclo produtivo e utilizados como matéria-prima para a fabricação de novos produtos através da trama plástica.

Katarina Machado, que participou da oficina, destaca a importância da iniciativa para ajudar na preservação do meio ambiente. “Fizemos uma luminária com as tramas de plástico e outras coisas que conseguimos do lixo. É importante que todo mundo tenha essa consciência de preservação. O lixo não é só lixo e essa redução que a gente faz é importante para o nosso planeta”.

A artesã do Alto do Moura Marleide Silva diz que foi uma experiência gratificante. “Principalmente quando se fala da natureza, porque trabalhamos com recicláveis. Precisamos passar esse tipo de conhecimento para outras pessoas, de reutilizar de reaproveitar. Pretendo participar mais vezes”, diz.

DESIGNER E SUSTENTABILIDADE

Cris Souza, 38 anos é uma Designer e artista ceramista alagoana que mora há mais de 20 anos em Pernambuco. Desde 2007, quando iniciou a sua graduação em Design, na UFPE-CAA, Cris se interessa pela pauta sustentável, que foi onde inclusive começou a desenvolver o processo da trama plástica.

Ano passado, ela resgatou o projeto com a participação no MMA, desafio criativo do Armazém da Criatividade, onde conseguiu aperfeiçoar a ideia com a mentoria de Leopoldo Nobrega e ganhar o desafio na categoria design.

“A aprovação do projeto “Re-ciclos” na lei Paulo Gustavo Municipal foi a continuidade do projeto e fortalecimento da ideia com mais mãos a somar na causa. A trama é de ampla possibilidade de aplicação, mas é um trabalho formiga que para surtir efeito ambiental precisa de muitas mãos”, enfatiza.

ESTÁ GOSTANDO DO CONTEÚDO? COMPARTILHE

Facebook
Twitter
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ULTIMAS NOTÍCIAS

21 de junho de 2024

Nas vésperas de se desincompatibilizar de suas funções da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste, Sudene, para estar apto para disputar as eleições de outubro, o ...

21 de junho de 2024

A programação do Pátio de Eventos no Maior e Melhor São João do Mundo terá algumas mudanças neste fim de semana para trazer ainda mais ...

21 de junho de 2024

Arte feita em casa, Pernambuco. Profusão em cadeia. Câmara de efusivas discussões de história, tradição e contemporaneidade. Isso Foi um Estrondo? é o resultado do ...

21 de junho de 2024

A partir deste sábado, 22 de junho, acontece em Caruaru a “FESTA DA RUA 3 DE MAIO – 22 anos de Tradição!”, conhecida como uma ...