Pesquisar
Close this search box.

MINHA CONTA

Brasil tem nível de alerta “muito alto” para obesidade, afirma estudo

Nos próximos dez anos, um em cada quatro adultos em todo o mundo será obeso – total que equivale a quase dois bilhões de pessoas. No Brasil, estima-se que 41% dos brasileiros vão passar a conviver com a doença, nesse mesmo prazo. As estatísticas são do Atlas Mundial da Obesidade, elaborado pela Federação Mundial de Obesidade (WOF, na sigla em inglês), que classificou o Brasil como nível de alerta “muito alto”, no que diz respeito a essa condição de saúde.

“A obesidade é um problema de saúde pública com prevalência crescente no mundo e no Brasil”, explica o cardiologista Pablo Germano de Oliveira, do IDOMED. “Ela causa mudanças na estrutura e tamanho do coração, comprometendo seu funcionamento. Além disso, aumenta o risco de obstrução das artérias do coração, o que pode levar a complicações graves como infarto e acidente vascular cerebral”, alerta.

Mudar o estilo de vida é a solução mais eficaz para combater a obesidade. A jornalista Suzana Beckman, 38 anos, luta há muitos anos para superar essa condição, e chegou a pesar 107 kg quando decidiu realizar a cirurgia bariátrica. Na época, Suzana enfrentava uma série de desafios relacionados à saúde, incluindo pressão arterial elevada e um colesterol total que ultrapassava 400.

“Eu era obesa grau 3 e sedentária. Ficava cansada até para falar. Mas esta semana eu subi uma ladeira, que fica no Centro Histórico da cidade onde moro, correndo. Nem acreditei!”, comemorou.

 

PREVENÇÃO

Nem só de cirurgia bariátrica, porém, se faz o desafio de superar a obesidade. “A parte mais difícil é que comer direito requer tempo e planejamento, algo que falta na nossa rotina caótica”, admite ela. “Mas eu tento compensar com outras coisas. Hoje eu vou ao karatê cinco vezes por semana, sempre que posso uso escada em vez de elevador e como salada todo dia, por exemplo”, comenta.

Alimentação saudável e exercícios físicos são, de fato, as melhores estratégias para prevenir a obesidade. “A nível global devemos considerar a promoção a educação nutricional, regulação da publicidade de alimentos não saudáveis, garantia de acesso a alimentos saudáveis, apoio a amamentação, criação de ambientes seguros para a prática de atividade física, implementação de políticas fiscais e a integração de diversos setores para desenvolver e implementar estratégias eficazes de prevenção da obesidade”, enumera a professora e nutricionista Uyara Lima, da Wyden.

Uyara Lima ressalta ainda que os perigos associados ao ambiente obesogênico e aos hábitos alimentares pouco saudáveis incluem não apenas a obesidade, mas também doenças crônicas como diabetes e problemas cardíacos, entre outras complicações de saúde que podem reduzir a qualidade de vida. “Para cultivar uma cultura de alimentação saudável desde cedo, é essencial proporcionar educação nutricional nas escolas e garantir que estas ofereçam opções de alimentos nutritivos. Além disso, o envolvimento dos pais na promoção de hábitos alimentares saudáveis é fundamental”, ressalta a nutricionista.

O cardiologista Pablo Germano concorda, acrescentando ainda que, para enfrentar o excesso de peso de maneira eficaz, é fundamental direcionar o foco para hábitos saudáveis, em vez de se preocupar apenas em perder peso. “O foco é promover uma melhor qualidade de vida geral e contribuir para a manutenção de resultados a longo prazo”, reforça.

Suzana, agora, enfrenta o futuro com otimismo e determinação. “A jornada não foi fácil, mas valeu a pena cada esforço”, conclui ela. “Espero que minha história inspire outras pessoas a buscar uma vida mais saudável e feliz”, conclui.

ESTÁ GOSTANDO DO CONTEÚDO? COMPARTILHE

Facebook
Twitter
WhatsApp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ULTIMAS NOTÍCIAS

11 de junho de 2024

No domingo (09), a cidade de Gravatá recebeu o 1º campeonato de skateboard, esse evento foi organizado pelos atletas de skate de Gravatá, contou com ...

11 de junho de 2024

A programação do Maior e Melhor São João do Mundo segue a todo vapor nesta terceira semana. No Dia dos Namorados, na quarta-feira (12), os ...

11 de junho de 2024

Em cerimônia que contou com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a governadora Raquel Lyra assinou, nesta terça-feira (11), em Brasília, o ...

11 de junho de 2024

O Dia dos Namorados, celebrado no Brasil em 12 de junho, é uma data especial para os casais apaixonados, marcada por declarações de amor, troca ...